Siga nos também:

Notícias

APAE É HOMENAGEADA NA CÂMARA DE VEREADORES

  • 28/06/2017
Camara

Há 50 anos, era fundada uma entidade que mudaria centenas de vidas. No dia 28 de julho de 1967, com o compromisso de lutar pela inclusão e garantia de direitos das pessoas com deficiências, nasceu a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). Em homenagem a todo o trabalho desenvolvido, o vereador Marcio Patussi (PDT) propôs a realização de uma Sessão Solene, realizada na tarde desta quarta-feira.

O evento foi uma oportunidade de demonstrar reconhecimento à associação, que, com pequenas e grandes ações, vem fazendo a diferença na sociedade, dedicando-se pela educação, saúde e assistência social de crianças e adultos e também pela transformação dos olhares das demais pessoas sobre a deficiência. Patussi mencionou a grandeza do esforço da Apae na promoção da igualdade humana, o que motivou a sua proposição para que a Câmara concedesse essa homenagem. “Foi a Apae quem mudou a percepção das pessoas e abriu caminho para que as políticas públicas de inclusão ganhassem espaço e cada vez mais representantes nos parlamentos dispostos a defender leis justas para todos. Foi através da atuação da Apae que a nova Lei Brasileira de Inclusão foi criada e aprovada e que hoje atua como uma mola propulsora para novas conquistas às pessoas com deficiência”, disse.

Hoje, no país, há mais de duas mil Apaes, que prestam atenção integral a aproximadamente dois mil usuários, acompanhando o seu desenvolvimento ao longo de anos. Em Passo Fundo, são atendidas mais de 300 pessoas, com o objetivo de que elas sejam estimuladas e integradas em grupos sociais e que possam ser vistas como são: cidadãs. Aqui, a entidade começou a sua trajetória através de uma mulher chamada Alice Sana Costi, cujo nome foi lembrado várias vezes durante a sessão. Alice foi a organizadora da escola de educação especial e primeira presidente da associação, recebendo, em 1978, o título de Cidadã Passo-fundense.

A atual presidente, Estelamar Roani, lembra da dedicação prestada nesses 50 anos e da contribuição da comunidade, que, a partir de doações, viabiliza inúmeras atividades. “O agradecimento vem de todos os usuários, familiares e funcionários. É um momento de emoção e reconhecimento ao trabalho que começou com a dona Alice”, falou.

Durante a sessão, ocorreu, ainda, o Momento Cultural. Com a canção Fico Assim Sem Você interpretada no violino, usuários da Apae entraram no Plenário carregando objetos que lembram o conhecimento e a esperança, palavras colocadas em prática por eles todos os dias. Enquanto flores e regadores, feitos com materiais alternativos, foram ordenados no espaço, simbolizando o que é a Apae em suas vidas, a bandeira da entidade foi erguida.

Patussi agradeceu o apoio de todos os parlamentares na execução da Sessão Solene e refirmou o compromisso da Câmara em contribuir com a inclusão das pessoas com deficiência e o crescimento da associação. “Muito ainda precisa ser conquistado, mas sabemos que as pessoas que defendem essa causa são incansáveis. Que essa nobre missão de construir uma cidade mais justa para as pessoas com deficiência siga forte e conquiste novas amigos e voluntários defensores”, declarou.

Fonte: Comunicação/Câmara de Vereadores


Nossos Apoiadores

Apoio bsbios Apoio upf novo